24 maio 2011

A Síndrome de Turner

Portadora da Síndrome de Turner
Nessa terça feira 24/05, eu juntamente com um grupo de colegas, irei apresentar um trabalho de biologia  sobre a Síndrome de Turner uma doença que afeta 1 em cada 2.000 mil meninas.  O nosso contéudo é a  aberrações cromossômicas, haverá apresentação de mais 7 grupos com os seguintes temas:


Como já citei a cima meu tema é síndrome de turner, mais afinal o que é essa doença?
Síndrome de Turner é uma mal formação cromossômica que afeta exclusivamente as mulheres. Os portadores da doença possuem uma alteração genética na perda total ou parcial de uma cromossomo sexual  X ou Y que acontece durante a divisão celular. a maioria tem 45,X0.


ALGUMAS DAS CARACTERÍSTICAS:
Baixa estatura, não mais que 150 cm;
Ovários atrofiados, portanto a  maioria das portadoras não são férteis;
Podem ou não produzir hormônios, ou produzir por pouco tempo;
Dedos e braços curtos e inchados;
Pescoço mais largo com excesso de pele dando a impressão de pescoço curto.
Baixa implantação de cabelo;
Não desenvolvimento das características sexuais secundárias(pelos pubianos, desenvolvimento dos seios, menstruação e etc.)
Céu da boca estreito e elevado e um maxilar inferior menor, o que pode levar à dificuldade na alimentação como um refluxo e etc.


obs: Existe pacientes que possuem apenas 1 característica da doença. A casos de adultos portadores da doença, que só souberam ser portadores, após procurar um médico pela falta da menstruação.


PREVENÇÃO DA DOENÇA:
Ao que tudo indica, não a nada que os pais podem fazer para evitar que seus filhos nasçam com a doença, mais existe um exame de carga genética, ainda quando o bebê está em estágio de feto. Nesse exame, se detecta vários possíveis anomalias cromossômicas, dentre elas, a de Turner. Cabe ao casal pensar se faz ou não o exame.


TRATAMENTO:
Não se tem cura para a doença, mais existe  tratamento é feito através de aplicações de hormônios para estimular o desenvolvimento dos caracteres sexuais secundários e o aparecimento da menstruação.


DIAGNOSTICO:
Para detectar se uma criança possui ou não a doença, os pais devem observar o pescoço alado e do linfedema.
Se não diagnosticada na infância,geralmente estes se fará na fase pós-puberdade devido a baixa estatura e/ou amenorreia, sendo necessária nos 2 casos a confirmação do cito genética.
 Existem também outras formas de se diagnosticar a doença.


Abaixo algumas imagens da doença em slide:




CONCLUSÃO:
Conclui-se que a doença afeta somente o sexo feminino,e que se paciente obtiver um bom acopmpanhamento médico e tratamento haverá uma melhora significante nas anomolias causadas pela Síndrome de Turner.
Parte externa do folheto elaborado pelo nosso grupo, contendo resumo sobre a Síndrome.
Parte interna do Folheto, contendo o resumo da síndrome de Turner



Bom galera, espero que nós possamos  apresentar uma bom trabalho, Deus esteja conosco!!!

2 comentários:

  1. hun..interessante...nao sabia que existia essa doença

    ResponderExcluir
  2. Olá Douglas, obrigado pela visita, confesso para você que também não tinha conhecimento sobre a doença.Mais esse trabalho me possibilitou aprender muito sobre o assunto, tanto que nosso grupo deu um show de apresentação na sala de aula acerca da doença Síndrome de Turner.

    ResponderExcluir

Postagens populares